Famílias de vítimas do voo 93 se emocionam em novo memorial do 11/9 nos EUA

quarta-feira, 9 de setembro de 2015 21:04 BRT
 

Por David DeKok

SHANKSVILLE, Estados Unidos (Reuters) - Familiares dos passageiros a bordo do voo 93 se emocionaram nesta quarta-feira enquanto caminhavam em um memorial construído para homenagear seus entes queridos, muitos dos quais lutaram contra os terroristas que derrubaram o avião na região rural da Pensilvânia, nos Estados Unidos, em 11 de setembro de 2001.

Um novo centro de visitantes avaliado em 50 milhões de dólares, no coração de um memorial nacional criado no local da queda da aeronave, será formalmente inaugurado na quinta-feira, um dia antes das cerimônias que marcam o 14º aniversário do pior ataque terrorista em solo norte-americano.

"É muito impressionante", disse Emily Schenkel, uma familiar próxima da comissária de bordo Lorraine Bay.

O Memorial Nacional do Voo 93, mantido pelo Serviço Nacional de Parques 130 quilômetros a leste de Pittsburgh, engloba um local de 9 quilômetros quadrados onde o avião mergulhou a 906 quilômetros por hora.

As cerimônias que lembram os atentados de 11 de Setembro homenageiam os quase 3.000 homens, mulheres e crianças mortos na Pensilvânia, em Nova York e em Washington, além daqueles que morreram no primeiro ataque contra o World Trade Center em 1993.

 
Memorial Nacional do Voo 93 em Shanksville, na Pensilvânia.   9/9/2015.   REUTERS/Mark Makela