“Veep" e "Game of Thrones" ganham prêmios principais e levam ar fresco ao Emmy

segunda-feira, 21 de setembro de 2015 09:15 BRT
 

Por Jill Serjeant e Piya Sinha-Roy

LOS ANGELES (Reuters) - "Game of Thrones" e "Veep", da HBO, ganharam os principais prêmios no Emmy pela primeira vez no domingo, proporcionando uma onda de ar fresco à maior noite da televisão nos Estados Unidos, em um evento que também fez história para as atrizes negras.

Jon Hamm finalmente foi agraciado com um Emmy pelo papel de Don Draper, o protagonista do drama do mundo publicitário "Mad Men", da AMC, que se passa nos anos 1960, e foi ovacionado pela plateia.

"Houve claramente um erro terrível", disse Hamm, que escalou o palco, em vez de subir pelas escadas. "É incrível e impossível para mim estar aqui."

Hamm disse que interpretar por tanto tempo um personagem como o reservado Draper tinha sido uma bênção e uma maldição. "Não vem sem um custo e um monte de bagagem mental e emocional que pesa em você depois de um tempo", disse ele a jornalistas nos bastidores.

Mas "Mad Men", quatro vezes ganhadora como melhor série de drama, perdeu em todas as outras categorias em que concorria e teve de se contentar apenas com o Emmy de Hamm, depois de encerrar no início deste ano sua última temporada.

Em vez disso, os 18.000 eleitores da Academia de Televisão jogaram seu peso na fantasia medieval “Game of Thrones”, da HBO, que foi a grande vencedora da noite, com 12 estatuetas.

O prêmio Emmy sempre havia escapado da série, baseada nos livros de George RR Martin sobre nobres sedentos de sangue e reinos em guerra, apesar de seus 20 milhões de telespectadores nos Estados Unidos.

"Veep", também da HBO, acabou com o domínio de cinco anos de "Modern Family", da ABC, como melhor série de comédia.

Em um marco para a diversidade, Viola Davis se tornou a primeira atriz afro-americana a ganhar um Emmy de melhor atriz de drama por seu papel como advogada criminal em "How to Get Away With Murder", da ABC.

(Reportagem adicional de Lisa Richwine)

 
Peter Dinklage com seu prêmio pela atuação na série "Game of Thrones", durante o Emmy, em Los Angeles.  21/09/2015   REUTERS/Mike Blake