Julian Assange inspira personagem de nova história de Asterix

quarta-feira, 14 de outubro de 2015 15:30 BRT
 

VANVES, França (Reuters) - Asterix e Obelix estão de volta em uma nova edição da famosa revista em quadrinhas francesa, desta vez combatendo seus inimigos romanos em uma guerra de propaganda ao lado de um personagem inspirado por Julian Assange, fundador do site WikiLeaks.

Dois anos após “Asterix e os Pictos” mostrar a dupla rumo à antiga Escócia, os gaulses voltaram para casa para viver sua aventura mais recente como uma tribo que resisite à ocupação romana no 36º volume de uma série de grande sucesso.

“Asterix e o Manuscrito Desaparecido” é o segundo livro do escritor Jean-Yves Ferri e do ilustrador Didier Conrad, que assumiram as funções dos co-criadores originais Albert Uderzo e René Goscinny.

“O tema central na verdade é a informação e o controle da informação, e o conceito dramático que cerca isso”, disse o cartunista Conrad.

Ferri e Conrad contaram que vários novos personagens se basearam em pessoas reais, como o jornalista inspirado por Assange, criador de um site cuja publicação de documentos militares e diplomáticos sigilosos dos Estados Unidos em 2010 foi um dos maiores vazamentos de informação da história norte-americana.

“Foi mais Didier quem quis que o personagem lembrasse um pouco Assange fisicamente, embora não possamos realmente dizer que é ele, mas é esse tipo de personagem”, acrescentou Ferri.

Criados em 1959, os quadrinhos de Asterix já venderam mais de 350 milhões de cópias em todo o mundo. “Asterix e o Manuscrito Desaparecido” será lançado no dia 22 de outubro.

(Por Sophie Kinloch e Reuters Television em Vanves)

 
Fundador do WikiLeaks, Julian Assange, em entrevista na embaixada do Equador em Londres. 18/08/2014 REUTERS/John Stillwell/pool