Amancio Ortega, dono da Zara, se torna brevemente o homem mais rico do mundo

sexta-feira, 23 de outubro de 2015 17:23 BRST
 

MADRI, (Reuters) - Amancio Ortega, que transformou o grupo têxtil Inditex de uma pequena família de costureiros na maior empresa da Espanha, ultrapassou Bill Gates nesta sexta-feira e se tornou brevemente o homem mais rico do mundo.

Embora um aumento de 10 por cento no preço das ações da Microsoft mais tarde nesta sexta-feira tenha colocado novamente o fundador da empresa de softwares no topo, a breve aparição de Ortega no ponto mais alto da lista de fortunas globais em tempo real da Forbes foi comemorada na Espanha como um marco.

Ortega transformou a Zara em um sinônimo de elegância para os econômicos, revolucionando o negócio de vestuário com seu modelo de "fast fashion". Imitações acessíveis de designs de passarela podem ser transportadas das pranchetas para as lojas dentro de duas semanas, e vendedores ruins são retirados das lojas ainda mais rápido.

Em um momento na sexta-feira, a Forbes colocou a fortuna de Ortega em 79,9 bilhões de dólares, superando Gates. Mais tarde, graças a flutuações do euro, assim como a valorização da Microsoft, Gates tinha 79,3 bilhões de dólares e Ortega meros 78,5 bilhões de dólares.

Mas mesmo que ele consiga ou não deter o título de homem mais rico do mundo, a fortuna do empresário de 79 anos está florescendo, já que as ações da Inditex subiram quase 40 por cento neste ano.

Com uma capitalização de 104 bilhões de euros, o grupo é apenas a terceira empresa da história da Espanha a ser avaliada acima dos 100 bilhões de euros, após o banco Santander e a gigante de telecomunicações Telefonica, ambas muito atrás no ranking atualmente.

(Reportagem de Sonya Dowsett)

 
Loja da Zara no centro de Madri, na Espanha. 16/09/2015 REUTERS/Andrea Comas