Teatro Bolshoi apresenta novo diretor de balé após escândalo de ataque com ácido

segunda-feira, 26 de outubro de 2015 12:23 BRST
 

Por Andrew Osborn

MOSCOU (Reuters) - O Teatro Bolshoi nomeou nesta segunda-feira um novo diretor para o grupo de balé russo mundialmente famoso, uma posição que será criada após a saída do diretor artístico da companhia, Sergei Filin, que ficou quase cego em um ataque com ácido.

Vladimir Urin, diretor-geral do teatro, disse que Makhar Vaziev, atual diretor de balé da casa de ópera La Scala, em Milão, será o novo diretor de balé do Bolshoi, como parte de uma reestruturação que os fãs esperam restaurar a reputação manchada por escândalos.

O anúncio ocorre após um ataque com ácido em 2013 contra Filin, diretor artístico do Bolshoi, que revelou as rivalidades internas e disputas de papeis, dinheiro e poder em uma das instituições culturais mais importantes da Rússia.

"Makhar Vaziev não precisa de introdução", disse Urin, em nota no site da companhia. "O mundo teatral conhece seu nome, não só na Rússia, mas também no exterior".

Vaziev vai começar em sua nova função em março do ano que vem, quando Filin, que teve ácido jogado em seu rosto quando voltava para casa em Moscou, em 2013, deixará o Bolshoi.

Um tribunal condenou o bailarino do Bolshoi Pavel Dmitrichenko, em dezembro de 2013, por organizar o ataque. Ele está cumprindo pena de cinco anos e meio de prisão.

 
Novo diretor de balé do Bolshoi, Makhar Vaziev, em entrevista coletiva em Moscou. 26/10/2015 REUTERS/Maxim Shemetov