Museu Rodin reabre em Paris após renovação de 3 anos

segunda-feira, 9 de novembro de 2015 18:03 BRST
 

PARIS (Reuters) - Após três anos de renovação, o Museu Rodin, em Paris, vai reabrir suas portas nesta semana com novas exposições de obras do escultor francês.

Bem no meio da capital francesa, o Hotel Biron e seu jardim foram usados ​​por Auguste Rodin nos anos que antecederam sua morte em 1917 e possuem versões de "O Pensador" e "O Beijo", duas das esculturas mais conhecidas do mundo.

A mansão atrai 700.000 visitantes por ano e precisou de uma reforma avaliada em 16 milhões de euros, incluindo reparos urgentes no chão e uma reformulação no design interior.

O museu conta agora com um novo layout, obras inéditas, bem como pinturas da coleção pessoal de Rodin, incluindo pinturas de Vincent van Gogh e Edvard Munch.

"(Os visitantes) terão uma melhor visibilidade das obras graças aos móveis (de exibição) que permitem que mais obras sejam mostradas", disse a diretora do museu, Catherine Chevillot.

O novo layout e uma iluminação diferente em algumas estruturas de exibição permitem que os visitantes cheguem muito perto das esculturas, disse ela.

(Reportagem da Reuters TV)

 
Diretora do Museu Rodin posa ao lado da escultura "O Pensador" em Paris. 5/11/2015.   REUTERS/Philippe Wojazer