Raro diamante azul é vendido em leilão por recorde US$ 48,4 milhões

quinta-feira, 12 de novembro de 2015 09:18 BRST
 

GENEBRA (Reuters) - Um diamente azul extremamente raro, chamado "Blue Moon Diamond", foi vendido na noite de quarta-feira por 48,4 milhões de dólares para um comprador de Hong Kong, estabelecendo um recorde para uma pedra preciosa em leilão, disse a casa de leilões Sotheby.

O diamente, que faz parte de um anel, pesa 12,03 quilates e tem uma cor azul intensa. O preço estimado antes do leilão era de 35 a 55 milhões de dólares.

"É um novo recorde para uma pedra preciosa e por quilate", disse David Bennett, presidente da divisão de joalheria internacional da Sotheby e quem dirigiu o leilão em Genebra, em um auditório lotado.

O diamante azul, encontrado na famosa mina sul-africana de Cullinan em fevereiro de 2014, foi colocado à venda pela Cora International, uma casa de joias de Nova York, de acordo com a Sotheby.

A coloração azul nos diamantes aparece pela presença de traços de boro na estrutura dos cristais.

(Por Stephanie Nebehay)

 
Modelo com o diamante "Blue Moond Diamond" em Genebra.  04/11/2015   REUTERS/Denis Balibouse