Tuitando no Expresso do Oriente, Agatha Christie se torna digital

quinta-feira, 12 de novembro de 2015 13:01 BRST
 

Por Marie-Louise Gumuchian

LONDRES (Reuters) - Com seus mistérios de detetives e descobertas de assassinatos, os romances de Agatha Christie conquistaram gerações de fãs desde a primeira publicação, 95 anos atrás.

Agora, em um mundo de smartphones e tablets, seu trabalho tem como alvo as audiências digitais, com um aplicativo que conta as histórias por uma mídia social de mensagens, fotos e vídeos.

Baseado no livro composto de contos "O Misterioso Sr. Quin", o piloto "Sr Quin", lançado nesta quinta-feira, está sendo cotado como o primeiro drama digital do tipo.

A Agatha Christie Productions se juntou à plataforma de entretenimento móvel Tell para levar os personagens Quin e Satterthwaite para um contexto contemporâneo.

O enredo, no qual os personagens conversam entre si por mensagens no Twitter, fotos e vídeos, começa em uma festa onde a anfitriã Lady Laura planeja revelar seu novo empreendimento online.

"Todos os personagens contam duas histórias nas redes sociais, então você olha de forma voyeur para os mundos à medida que o enredo se mostra", disse o diretor e produtor da Tell Kevin Moss. "De certa maneira chamamos de uma transmissão de entretenimento e você literalmente usa o dedão para descer a timeline".

Christie, que morreu em 1976, escreveu dezenas de histórias, que apresentaram personagens como o detetive Hercule Poirot e Miss Marple.