Greve força La Scala a cancelar primeira noite de nova produção na Itália

quinta-feira, 12 de novembro de 2015 20:36 BRST
 

ROMA (Reuters) - Técnicos em greve obrigaram o renomado teatro italiano La Scala a cancelar a primeira noite de uma nova produção de ballet nesta quinta-feira, na mais recente demonstração de irritação dos sindicatos do setor cultural.

O teatro em Milão iria apresentar "Manon", de Kenneth MacMillan, mas um sindicato decidiu pela paralisação, deixando o teatro sem pessoal suficiente para garantir o palco para os dançarinos.

Entre as casas de ópera mais importantes do mundo, o La Scala tem evitado a maior parte das ações sindicais que causaram o caos no Teatro dell'Opera, em Roma.

Falta de pessoal era tema central do protesto de quinta-feira.

"Essa batalha não é somente por causa dos técnicos de palco, setor com falta de pessoal há meses. É para todos que se opõem à filosofia de fazer mais com menos recursos", disse o sindicato em comunicado.

Uma recessão de três anos e políticas de austeridade têm limitado o financiamento para artes na Itália, levando a manifestações de trabalhadores em teatros e fechamento temporário de sítios arqueológicos.

(Reportagem de Isla Binnie)

 
Policiais protegem a frente do teatro La Scala, em Milão, na Itália, no ano passado. 07/12/2014 REUTERS/Alessandro Garofalo