Empresa de magnata chinês compra estúdio Legendary dos EUA por US$3,5 bi

terça-feira, 12 de janeiro de 2016 18:38 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - O conglomerado chinês Dalian Wanda Group comprou o estúdio de cinema norte-americano Legendary Entertainment por cerca de 3,5 bilhões de dólares, transformando o presidente do Conselho de Administração em um magnata de filmes de Hollywood, conforme o homem mais rico da China intensifica a investida para diversificar seu império de negócios no exterior.

Em uma coletiva de imprensa em Pequim nesta terça-feira, o presidente do Conselho da Wanda, Wang Jianlin, disse que planeja juntar o Legendary, que está por trás de sucessos como "Jurassic World", com ativos já existentes de produção de filmes na China e vender ações da operação conjunta em uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

O filme torna a Wanda a primeira empresa chinesa a deter um grande estúdio de Hollywood - sinal do crescente poder do país no mundo cinematográfico mundial, disseram observadores da indústria.

O executivo não deu mais detalhes sobre o plano de IPO, mas disse que está adquirindo o Legendary Entertainment por razões envolvendo tanto a propriedade intelectual quanto os filmes do estúdio. Uma pessoa familiarizada com o tema disse à Reuters mais cedo neste mês que um negócio para adquirir uma fatia majoritária do Legendary havia sido acertado.

"Wanda Cinema já fez um grande desenvolvimento na China, mas não é o suficiente", disse Wang, cuja fortuna pessoal é estimada pela revista Forbes em cerca de $ 27 bilhões. "Os filmes são global, e nossa empresa certamente quer juntar a nossa voz para o mercado cinematográfico mundial."

"Wanda Cinema já alcançou um grande desenvolvimento na China, mas não é o suficiente", disse Wang, cuja fortuna pessoal é estimada pela revista Forbes em cerca de 27 bilhões de dólares. "Os filmes são global, e nossa empresa certamente quer acrescentar a nossa voz no mercado cinematográfico mundial."

(Por Shu Zhang e Matthew Miller)

((Tradução Redação São Paulo 55 11 5644 7757)) REUTERS PJ RBS

 
Wang Jianlin, presidente do conselho do Dalian Wanda Group, fala durante a cerimônia de assinatura do contrato com o estúdio norte-americano Legendary Entertainment, em Pequim. 12 de janeiro de 2016. REUTERS/China Daily