Procuradoria do México investiga atriz Kate del Castillo por lavagem de dinheiro, diz jornal

terça-feira, 19 de janeiro de 2016 16:26 BRST
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A Procuradoria-Geral do México possui indícios de que a atriz mexicana Kate del Castillo, famosa pela novela "La Reina del Sur", recebeu recursos financeiras do chefe do narcotráfico Joaquín "El Chapo" Guzmán para sua empresa de tequila, disse a promotora Arely Gómez em entrevista publicada nesta terça-feira.

As acusações que levaram à investigação de Kate referem-se a operações de origens ilícitas e lavagem de dinheiro, disse a promotora em entrevista ao jornal El Universal.

"Sim, existem indícios", disse Arely Gómez à publicação. "Temos uma investigação em curso por atos associados a Joaquín Guzmán Loera."

Um funcionário da procuradoria disse à Reuters na segunda-feira que a atriz foi convocada a depor como testemunha após interceder para que a estrela de Hollywood Sean Penn entrevistasse o narcotraficante, antes que fosse capturado, em 8 de janeiro.

Autoridades mexicanas interceptaram mensagens de texto em que Kate, de 43 anos, negociou o encontro secreto entre Guzmán, ela e Penn em outubro.

O jornal publicou na segunda-feira o suposto diálogo entre a atriz e um dos advogados de Guzmán, em que ela se mostra satisfeita com a possibilidade de que o "patrão" possa investir em sua marca de tequila, Honor del Castillo.

(Por Verónica Gómez Sparrowe)

 
Atriz Kate del Castillo em Los Angeles 12/10/2014 REUTERS/Kevork Djansezian