Show do intervalo do Super Bowl é grande palco mesmo para grandes astros

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016 16:07 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - Quando o Coldplay subir ao palco montado no intervalo do Super Bowl, a grande final do futebol americano dos Estados Unidos, no domingo, muita coisa estará em jogo mesmo para uma banda apontada pela revista Rolling Stone como "um dos grupos comercialmente mais bem-sucedidos do novo milênio".

Cem milhões de telespectadores ou mais devem assistir ao espetáculo de 15 minutos milimetricamente coreografado – mais de 50 vezes o público da última grande turnê do grupo em 2012, de acordo com cifras da Pollstar, empresa especializada em estatísticas de shows.

"Em um ambiente midiático incrivelmente dividido e fragmentado, a apresentação no intervalo do Super Bowl é com certeza uma das melhores, senão a melhor maneira para se exibir música a uma audiência enorme", disse Brian Hiatt, redator sênior da Rolling Stone.

Como um terço da população norte-americana deve acompanhar a disputa entre Carolina Panthers e Denver Broncos pelo título da Liga Nacional de Futebol (NFL, na sigla em inglês), o Super Bowl oferece uma oportunidade rara e muito cobiçada tanto para anunciantes quanto para artistas.

O Coldplay, conhecido por sucessos como "Yellow" e "Fix You", se apresenta na esteira das celebridades Katy Perry, Beyoncé e Bruno Mars.

(Por Piya Sinha-Roy)

 
Coldplay durante apresentação em Los Angeles.    22/11/2015    REUTERS/Mario Anzuoni