Editora convidada, duquesa Kate aborda estigma das doenças mentais

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016 11:55 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O príncipe William, da Grã-Bretanha, e sua esposa, Kate, procurariam ajuda para seus filhos, George e Charlotte, se eles tivessem problemas de saúde mental algum dia, escreveu a princesa em um blog publicado nesta quarta-feira no qual abordou o estigma associado às doenças mentais.

Atuando como editora convidada por um dia da versão britânica do site de notícias Huffington Post, a ex-Kate Middleton pediu uma série de artigos sobre problemas de saúde mental que afetam crianças e jovens, apresentando o projeto com seu blog.

"Ser pai é bastante difícil, e ainda mais se permitirmos que preconceitos nos impeçam de procurar a ajuda de que precisamos para nós e nossos filhos", escreveu Kate, cujo título oficial é Vossa Alteza Real Duquesa de Cambridge.

"Como a maioria dos pais hoje, William e eu não hesitaríamos em procurar ajuda para nossos filhos se eles precisassem. Esperamos incentivar George e Charlotte a falarem sobre seus sentimentos, e dar a eles as ferramentas e a sensibilidade para serem colegas compreensivos de seus amigos à medida que crescerem".

O casamento de Kate com William, que é o segundo na linha sucessória ao trono britânico, em abril de 2011, foi um acontecimento midiático global, como foram os nascimentos de seus filhos, o príncipe George, em julho de 2013, e a princesa Charlotte, em maio de 2015.

A duquesa raramente está ausente das manchetes em seu país, mas o popular casal real revela pouco sobre sua vida pessoal, o que só aumenta o interesse do público.

(Por Estelle Shirbon)

 
Duquesa Kate conversa com funcionários do Huffington Post UK no Palácio de Kensington, em Londres. 17/02/2016 REUTERS/Chris Jackson/pool