Demi Lovato será homenageada por grupo LGBT por promover igualdade de gêneros

quinta-feira, 3 de março de 2016 13:50 BRT
 

(Reuters) - A cantora e atriz Demi Lovato será homenageada por um importante grupo de ativistas de direitos gays dos Estados Unidos por falar em nome de lésbicas, gays e transgêneros em suas canções, vídeos e entrevistas.

A Aliança contra a Difamação de Gays e Lésbicas (Glaad, na sigla em inglês) disse nesta quinta-feira que Demi, de 23 anos, irá receber seu prêmio anual Vanguard Award, que é concedido a pessoas heterossexuais de destaque que "fizeram uma diferença significativa no estímulo à igualdade e à aceitação".

A ex-estrela do programa "Sunny Entre Estrelas", do canal Disney, apoiou seu falecido avô, que se assumiu gay nos anos 1960, e filmou o vídeo de seu sucesso "Really Don't Care", de 2013, em um evento de orgulho LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros).

Ela também fez campanha contra bullying para a Glaad, e interpretou uma personagem lésbica no seriado "Glee" também em 2013, dizendo esperar quer isso inspire as pessoas a amarem e aceitarem quem são.

"Ela é uma aliada extraordinária que está comprometida a ajudar os jovens a aceitarem quem são e viver a vida que amam", afirmou Sarah Kate Ellis, presidente da Glaad, em um comunicado.

O Vanguard será entregue a Demi em uma cerimônia no dia 2 de abril na cidade de Los Angeles. Elizabeth Taylor, Janet Jackson, Jennifer Lopez e Kristin Chenoweth foram algumas das outras homenageadas.

(Por Jill Serjeant em Nova York)

 
Cantora Demi Lovato chega para cerimônia do Grammy em Los Angeles. 15/02/2016 REUTERS/Danny Moloshok