George Martin, o "quinto Beatle", morre aos 90 anos

quarta-feira, 9 de março de 2016 09:08 BRT
 

LOS ANGELES/LONDRES (Reuters) - George Martin, conhecido como "o quinto Beatle" por ter moldado o som da banda que se tornou uma das mais influentes potências da música, morreu aos 90 anos.

Ele foi considerado o produtor musical mais bem-sucedido da história, e foi incluído no Livro de Recordes Guinness por ter colocado mais de 50 discos no topo das paradas só nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha ao longo de cinco décadas.

"Deus abençoe George Martin, paz e amor para Judy e sua família... George deixará saudades", escreveu Ringo Starr, baterista dos Beatles, no Twitter.

Depois da mensagem, Ringo publicou uma foto em preto e branco dos "Fab Four", como os Beatles eram chamados, com Martin, dizendo 'Obrigado por todo seu amor e sua gentileza, George".

A assessoria de Martin confirmou sua morte.

"Podemos confirmar que Sir George Martin faleceu tranquilamente em casa na manhã de ontem, terça-feira, 8 de março", diz o comunicado.

Martin atuou como produtor, colaborador e mentor dos Beatles John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr.

Sean Ono, filho de John Lennon e Yoko Ono, postou uma foto de Martin no Instagram com a legenda: "Descanse em paz, George Martin. Estou tão abalado que não encontro muitas palavras".

As homenagens do mundo musical inundaram o Twitter. Lenny Kravitz disse: "As lendas realmente estão indo embora!". Boy George escreveu "George Martin. Cavalheiro e lenda", enquanto Mark Ronson disse que Martin foi "o maior produtor de discos britânico de todos os tempos".

O ministro da Cultura da Grã-Bretanha, John Whittingdale, afirmou que Martin foi "a eminência parda da música pop britânica e um gênio criativo".

 
George Martin ao lado de estátua do músico John Lennon.     30/10/2002     REUTERS/Rafael Perez/Files