Rapper norte-americano Phife Dawg morre aos 45 anos por causa de diabetes

quarta-feira, 23 de março de 2016 17:32 BRT
 

(Reuters) - O artista de hip-hop Phife Dawg, integrante do grupo de Nova York A Tribe Called Quest, morreu aos 45 anos de idade, disse a sua família nesta quarta-feira.

Segundo um comunicado da família, o músico, cujo nome real é Malik Taylor, morreu na terça-feira devido a complicações por causa de diabetes.

"Malik era o nosso amado marido, pai, irmão e amigo. Nós o amamos profundamente. A maneira como ele afetou todas as nossas vidas nunca será esquecida. O seu amor pela música e pelo esporte só era superado pelo seu amor por Deus e pela família”, acrescentou o comunicado.

O rapper sofria de diabetes há muitos anos, e em 2008 ele passou por um transplante de fígado.

A comunidade hip-hop nesta quarta-feira lamentou a morte de Phife Dawg nas rede sociais, o homenageando por causa da sua influência nos anos 1990, quando A Tribe Called Quest lançou discos como "The Low End Theory" e "Midnight Marauders".

A Tribe Called Quest lançou o seu último álbum de estúdio em 1998, e Phife Dawg lançou um disco solo em 2000.