Seguindo passos da princesa Diana na Índia, William e Kate visitam Taj Mahal

sábado, 16 de abril de 2016 14:20 BRT
 

AGRA, Índia (Reuters) - Mais de duas décadas após a princesa Diana ter feito uma visita solitária ao Taj Mahal, seu filho, príncipe William, levou sua esposa Kate ao grande mausoléu indiano neste sábado, encerrando o tour do casal real britânico ao sul da Ásia com um final solene. 

William e Kate sentaram-se lado a lado no mesmo banco onde sua finada mãe foi fotografada em uma visita de solidariedade em 1992.

Kate usou um vestido fino branco com traços de azul marinho assinado pelo designer indo-americano Naeem Khan, enquanto William enfrentou a intensa tarde de calor com um blazer e uma camisa de gola aberta.

O duque e a duquesa de Cambridge encerraram uma viagem na qual encontraram-se com outro glamouroso jovem casal real, o rei e a rainha do Butão, e viram rinocerontes e elefantes no parque nacional de Assam.

A parada final no Taj Mahal foi um desfecho emocional para William, que tinha 15 anos quando Diana morreu em um acidente de carro em 1997. Ele tem frequentemente falado de quanto sente falta de sua mãe, e que pensa nela todos os dias.

A visita de Diana, sozinha, ao mausoléu do século 17 construído a mando do imperador Shan Jahan, em homenagem à sua esposa favorita, veio a simbolizar o infeliz casamento dela com o príncipe Charles. O casal se separou meses depois.

O casal britânico desembarcou em Agra sob temperaturas que alcançaram 41 graus Celsius. A maior parte da Índia sofre uma onda de calor e grave estiagem após dois anos de fracas chuvas de monção.