Cantor Prince morre aos 57 anos nos EUA

quinta-feira, 21 de abril de 2016 17:06 BRT
 

Por Jill Serjeant e Piya Sinha-Roy

(Reuters) - Prince, a superestrela inovadora da música norte-americana, cujos sucessos incluem "Purple Rain" e "When Doves Cry" e cujas composições e performances excêntricas no palco eletrificaram fãs ao redor do mundo, morreu nesta quinta-feira em Minnesota, disse a sua assessora. Ele tinha 57 anos.

"É com profunda tristeza que eu confirmo que legendário e icônico artista Prince Rogers Nelson, morreu”, disse a assessora Anna Meacham.

Prince foi encontrado morto na sua casa nos Estúdios Paisley Park em Chanhassen, nos arredores de Minneapolis, disse o gabinete do xerife do condado de Carver via Twitter. O gabinete afirmou também que estava "investigando as circunstâncias da morte".

O legista local não quis comentar sobre a causa da morte de Prince, que foi primeiro relatada pelo site de celebridades TMZ.

Fãs em choque se juntaram aos jornalistas nos portão dos Estúdios Paisley Park para lamentar a morte do cantor e músico premiado, cujo o instigante gênero musical combinava jazz, funk e disco e influenciou outros músicos. Os seus sucessos também incluem "Raspberry Beret", "Little Red Corvette" e "Kiss".

Prince, que estava em turnê pelos Estados Unidos na semana passada, foi brevemente hospitalizado com uma gripe depois que o seu avião fez um pouso de emergência em Moline, Illinois, na semana passada, relatou o site TMZ. Um representante disse ao site que Prince havia se apresentado em Atlanta mesmo não se sentindo bem e havia piorado depois de embarcar no avião para o voo de volta para Minnesota.

Prince se tornou famoso no fim dos anos 1970 e pelas três décadas seguintes ficou conhecido como uma das mais inventivas e excêntricas forças do pop norte-americano.

Prince era considerado como um perfeccionista que, de 1993 a 2000, mudou o seu nome para um símbolo impronunciável, no que foi visto como protesto contra a sua gravadora naquele momento.    Continuação...