George Clooney entrega novo prêmio humanitário para fundadora de orfanato em Burundi

segunda-feira, 25 de abril de 2016 11:20 BRT
 

Por Magdalena Mis

LONDRES (Thomson Reuters Foundation) - Uma ativista de Burundi apontada como responsável pelo salvamento de milhares de crianças durante uma guerra civil de 12 anos de duração foi a primeira pessoa a receber um novo prêmio humanitário, entregue pelo ator George Clooney.

Marguerite Barankitse, ex-professora, fundou em 1993 o orfanato Maison Shalom (a casa da paz) em Burundi para receber um crescente número de crianças órfãs durante o conflito que devastou o país até 2005.

O prêmio foi entregue à medida que o pequeno país da África central enfrenta sua pior crise desde o fim da guerra civil.

"Nossos valores são valores humanos", disse Marguerite em comunicado após receber o prêmio de Clooney, vice-diretor do comitê de seleção do prêmio, em Yerevan, capital da Armênia.

"Quando você possui compaixão, dignidade e amor, nada pode te assustar, nada pode te parar --ninguém deve deixar de amar. Nem exércitos, nem ódio, nem perseguição, nem fome, nada".

Centenas de milhares de pessoas fugiram do conflito em Burundi, no qual 300 mil foram mortas.

 
Ativista Marguerite Barankitse durante evento em Paris.     22/11/2012     REUTERS/Charles Platiau