Hillary Clinton domina disputa por apoio e doações de Hollywood

terça-feira, 26 de abril de 2016 19:44 BRT
 

Por Lisa Richwine e Grant Smith

LOS ANGELES (Reuters) - As opiniões do pré-candidato democrata a presidente Bernie Sanders sobre ensino gratuito e contra grandes bancos não pareceriam fora do lugar no discurso de um ator ao aceitar o Oscar.

No entanto, em Hollywood, de fama liberal, há muito usada como caixa eletrônico de campanhas democratas, a mensagem de Sanders não soa tão alto como em outros bastiões progressistas.

A mais moderada Hillary Clinton tem deixado bem para trás o senador de Vermont na atividade de angariar recursos e tem uma lista extensa de grandes estrelas e importantes executivos entre os seus apoiadores.

Celebridades não mudam votos, mas podem persuadir as pessoas a ouvir a mensagem do candidato, afirmou o historiador Steven Ross, autor do livro "Hollywood Left and Right: How Movie Stars Shaped American Politics".

“Coloca um candidato no radar”, disse ele.

Atores de Hollywood, executivos de estúdio e outros profissionais das indústrias de cinema, TV e música doaram pelo menos 8,4 milhões de dólares para a campanha de Hillary e para o Priorities USA Action, o independente Super PAC que dá apoio ao projeto dela, segundo análise da Reuters sobre as finanças de campanha até 31 de março.

Eventos para angariar fundos para Hillary organizados pelo ator George Clooney neste mês, com ingressos custando até 353 mil dólares por casal, não estão incluídos nesse total, mas, segundo o site Deadline Hollywood, arrecadou um adicional de 15 milhões de dólares.

Em contraste, a campanha de Sanders arrecadou cerca de 1 milhão de dólares de doadores da indústria de entretenimento até 31 de março, segundo dados financeiros da campanha. O senador de Vermont, que chamou de “obsceno” o preço para o evento de Clooney, não é associado com um Super PAC e diz que não busca atrair doadores ricos.   Continuação...

 
Hillary Clinton sorri em evento de campanha em Hammond. 26/4/2016. REUTERS/Jim Young