Jodie Foster culpa banqueiros por crise financeira em "Jogo do Dinheiro"

quinta-feira, 12 de maio de 2016 16:49 BRT
 

Por Julien Pretot

CANNES, França (Reuters) - Com "Jogo do Dinheiro", de Jodie Foster, que estreia nesta quinta-feira no Festival Internacional de Cinema de Cannes, Hollywood está culpando os banqueiros explicitamente pela crise financeira.

O quarto longa metragem dirigido por Jodie mostra um guru financeiro de televisão, interpretado por George Clooney, feito refém ao vivo por um homem desencantado vivido por Jack O'Connell que decide se vingar depois de perder dinheiro seguindo os conselhos de Clooney.

"Eu não tinha visto muita reação de Hollywood à crise financeira", disse Dominic West, astro das séries "The Wire" e "The Affair" que encarna um banqueiro no filme, em uma coletiva de imprensa pouco antes da exibição.

"Isso (o filme) me atraiu por essa razão – responsabilizar os banqueiros de uma maneira muito visual e dramática que acho que ecoou muito. Depois me dei conta de que ia ser o banqueiro malvado", contou West.

A produção ainda conta com Julia Roberts, que está estreando em Cannes.

"Descobri que este papel envolveria fazer George Clooney de refém, Julia Roberts idem e ir atrás de Dominic West com uma arma e um colete de explosivos, um detonador... então achei que daria conta do recado", brincou O'Connell.

 
Diretora Jodie Foster posa ao lado de Julia Roberts e George Clooney em Cannes. 12/5/2016.  REUTERS/Jean-Paul Pelissier