Burberry vai apostar em bolsas e itens básicos para reverter declínio

quarta-feira, 18 de maio de 2016 11:09 BRT
 

Por Paul Sandle

LONDRES (Reuters) - A grife de luxo britânica Burberry  anunciou que irá diminuir sua oferta de produtos e se concentrar mais em bolsas de mão, uma tentativa de reformular o negócio depois que seu lucro anual caiu em um mercado enfraquecido e que não dá sinais de que irá melhorar neste ano.

A Burberry, que perdeu mais de um terço de seu valor de mercado nos últimos 12 meses, disse que pretende economizar pelo menos 100 milhões de libras esterlinas anuais até 2019.

Como parte da iniciativa, a marca de 160 anos de idade – famosa por seus trench coats forrados com estampa quadriculada – afirmou que irá eliminar entre 15 e 20 por cento de seus produtos individuais de várias linhas ao longo do próximo ano.

A empresa disse que seus estilistas irão investir mais em bolsas de mão, uma área de margem de lucro maior e que cresce mais do que a de vestuário e na qual fica atrás de concorrentes como Louis Vuitton  e Prada 1913.HK.

Christopher Bailey, que acumula as funções de executivo-chefe e estilista-chefe, disse estar "comprometido em fazer as mudanças necessárias" na Burberry, mas acrescentou: "Estou ciente de que estamos embarcando neste plano em um momento no qual nossa indústria está enfrentando desafios significativos".

A Burberry foi afetada pela queda nas vendas em Hong Kong e na China continental, assim como em capitais europeias das quais turistas chineses se afastaram assustados com os ataques do ano passado em Paris.

 
Modelo Cara Delevingne em frente loja da grife de luxo britânica Burberry.    21/09/2015     REUTERS/Toby Melville