Colecionadores particulares exibem obras de arte de Banksy em Roma

terça-feira, 24 de maio de 2016 16:08 BRT
 

Por Isla Binnie

ROMA (Reuters) - O misterioso artista de rua britânico conhecido como Banksy já espalhou suas obras de estêncil em superfícies que vão de Londres a Gaza, mas agora uma grande coleção de seus trabalhos está sendo exposta em um cenário bem mais convencional – um museu de Roma.

A identidade de Banksy nunca veio a público, mas seus murais subversivos, suas esculturas e seus epigramas irônicos passaram a ser muito procurados no mundo do establishment que ele tanto satiriza.

Ele não teve nada a ver com "War, Capitalism & Liberty" – a nova mostra com cerca de 150 de suas obras, que os organizadores têm dificuldades em identificar, foram todas emprestadas por colecionadores particulares, e não retiradas das ruas.

O co-curador Acoris Andipa disse que todas as peças, incluindo imagens de um manifestante prestes a atirar um ramo de flores e duas crianças de pé sobre uma pilha de armas segurando um balão em forma de coração, foram compradas nas diversas ocasiões em que o artista colocou seus trabalhos à venda em todo o mundo.

"As obras de arte aqui não são arte de rua", disse Andipa. "As pessoas agora estão começando a aprender, através das vendas públicas, que ele não é só um artista de rua, ele coloca comida em seu prato, por assim dizer, por meio da produção comercial."

Banksy, que se acredita ter nascido em Bristol, na Inglaterra, nos anos 1970, já realizou suas próprias exibições no passado, comunicando-se com declarações por escrito.