Cinema debaixo de ponte leva distração a pobres de Nova Déli

sexta-feira, 27 de maio de 2016 10:18 BRT
 

Por Sunil Kataria

NOVA DÉLHI (Reuters) - Uma sala de cinema improvisada montada debaixo de uma ponte de 140 anos na capital da Índia está dando aos pobres puxadores de riquixá e aos trabalhadores imigrantes uma fuga da penúria diária e do calor sufocante para o mundo de canto, dança e romance de Bollywood, a vibrante indústria cinematográfica do país.

Tendo o chão de ferro enferrujado da ponte como teto e alguns trapos velhos comprados barato de um crematório próximo como cortinas e tapetes, o cinema exibe quatro filmes por dia.

Seus organizadores juntaram as economias para alugar um aparelho de televisão velho e um tocador de DVD, e cobram dez rúpias, o equivalente a 16 centavos de dólar norte-americano, de entrada – um centésimo do preço de um ingresso em um dos cinemas chiques de Nova Délhi.

Mohammad Noor Islam, um negociador de sucata e frequentador do cinema da ponte sobre o rio Yamuna, disse que as exibições ajudam a mantê-los longe de vícios como drogas e jogos ilegais.

"Os filmes são muito melhores. Muitos homens se viciam em jogos, drogas e álcool e passam o tempo bebendo ou fumando", afirmou à TV Reuters.

"Quando assistimos filmes, eles nos ajudam a esquecer nossos problemas. Eu estava tenso antes, mas quando me sentei para ver o filme senti minha tensão diminuindo", contou Manoj Kumar, um puxador de riquixá.

 
Pessoas assistindo filme em cinema improvisado em Nova Délhi.             REUTERS/Cathal McNaughton