Gucci leva fashionistas a desfile inusitado na Abadia de Westminster de Londres

quinta-feira, 2 de junho de 2016 17:17 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Abadia de Westminster de Londres já recebeu de casamentos reais a enterros e memoriais de inúmeros súditos britânicos famosos, mas nesta quinta-feira seus claustros serviram de cenário para um tipo de reunião diferente – um desfile de moda.

A grife de luxo italiana Gucci levou os fashionistas ao prestigioso local, onde o príncipe britânico William se casou com Kate Middleton em 2011, para apresentar sua coleção de cruzeiro 2017 colorida e eclética.

Com "punks, moda vitoriana e meninos de escola" como inspiração para o diretor-criativo Alessandro Michele, as modelos percorreram as passarelas dos claustros, que datam dos séculos 13 a 15, vestindo peças ousadas adornadas com pavões e cobras.

Os vestidos exibiam rendas e babados, as saias apareceram com estampas quadriculadas repletas de cores e as bolsas de mão surgiram decoradas com bordados florais. Também houve uma profusão de pregas e bolinhas.

A decisão de realizar o desfile na abadia rendeu críticas de figuras religiosas. O jornal londrino The Evening Standard citou Michele, que defendeu o cenário porque "a história é que é realmente bacana".

O show da Gucci em Londres veio na esteira da apresentação da linha de cruzeiro da Dior no majestoso Palácio Blenheim, nos arredores de Oxford, no norte de Londres, no início desta semana.

As coleções de cruzeiro, concebidas originalmente para clientes abastados que frequentam iates e cruzeiros durante os meses de inverno, constam de peças produzidas pelos estilistas independentemente das linhas sazonais.

(Por Marie-Louise Gumuchian)

 
Modelos apresentam criações da Gucci na Abadia de Westminster, em Londres. 02/06/2016 REUTERS/Neil Hall