Diretor de ‘Warcraft’ buscou inspiração em ‘Senhor dos Anéis’

segunda-feira, 6 de junho de 2016 20:13 BRT
 

Por Piya Sinha-Roy

LOS ANGELES (Reuters) - Quando o diretor Duncan Jones assumiu a tarefa de traduzir o popular videogame “Warcraft” num filme, ele teve como inspiração a adaptação feita pelo cineasta Peter Jackson da saga de fantasia de J.R.R. Tolkien “O Senhor dos Anéis”.

"Nem todo mundo que foi ver aqueles filmes havia lido Tolkien, mas (Jackson) fez um filme com personagens interessantes e uma trama envolvente, e milhões quiseram ver mais”, disse Jones à Reuters.

"Espero que a gente tenha feito o mesmo com ‘Warcraft’”.

O filme “Warcraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos”, que estreia nos cinemas norte-americanos na sexta-feira, traz uma história sobre a origem do mundo de fantasia explorado nos jogos “World of Warcraft”, franquia da Activision Blizzard, que tinha 10 milhões de assinantes em novembro de 2015.

Jones afirmou que, ao mesmo tempo que ele queria fazer um filme que os fãs do jogo gostassem, ele também queria mostrar o mundo do “Warcraft” para recém-chegados e “fazer com que eles chegassem e se sentissem acolhidos pelo ambiente de fantasia no qual o filme se passa”.

O filme "Warcraft" narra a batalha com os monstros Orcs, quando eles tentam colonizar a região de humanos de Azeroth, com mágica tendo um papel chave no combate.

O filme conta com os míticos Orcs, duendes, magos, semelhante ao “Senhor dos Anéis”.

A Universal Pictures, da Comcast, e a Legendary Pictures, uma subsidiária da chinesa Wanda Cinema Line, financiaram o filme de orçamento de 160 milhões de dólares, com a Universal o distribuindo mundialmente, exceto para a China.   Continuação...

 
Duncan Jones recebe prêmio em cerimônia do Bafta em Londres. 21/2/2010.   REUTERS/Toby Melville