Festival na cidade-natal de Muhammad Ali transmite legado de boxeador a novas gerações

quarta-feira, 8 de junho de 2016 17:07 BRT
 

LOUISVILLE (Reuters) - Uma celebração da vida de Muhammad Ali continuou nesta quarta-feira em Louisville, cidade-natal do falecido boxeador, onde o festival "I Am Ali", que durou um dia inteiro, transmitiu seu legado a uma nova geração por meio de histórias, artes e ofícios.

Craig Davidson, morador de Louisville de 45 anos, levou seus filhos de 15 e 11 anos ao festival para prestar suas últimas homenagens.

"Eu cresci assistindo suas lutas quando tinha a idade deles", contou Davidson. "Sabia de sua postura em relação à guerra do Vietnã... só queria que eles o conhecessem um pouco mais".

Ali, cuja destreza nos ringues, carisma e oposição pública à Guerra do Vietnã o tornaram uma das pessoas mais famosas do mundo nos turbulentos anos 1960 e 70, morreu na sexta-feira de choque séptico em um hospital do Estado do Arizona anos 74 anos de idade.

Os planos para os últimos dias de luto estão sendo finalizados, incluindo o serviço fúnebre público no Centro KFC Yum!

Também nesta quarta-feira, antes do início do festival, fãs se reuniram na arena em busca de ingressos para o funeral. Pelo menos 14 mil foram distribuídos pelas autoridades com antecedência devido à longa fila de interessados.

(Por Steve Bittenbender)

 
Homenagem a Muhammad Ali em Louisville.  8/6/2016.  REUTERS/John Sommers II