Comissão da UE vai decidir se Sony pode comprar parte do espólio de Michael Jackson

segunda-feira, 27 de junho de 2016 11:55 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Autoridades antitruste da União Europeia irão decidir até 1º de agosto se permitem que a Sony compre a parte de seu catálogo pertencente ao espólio de Michael Jackson, uma medida que concorrentes como a Warner Music Group afirmam dar poder demais à Sony.

A Sony solicitou a aprovação no dia 24 de junho, de acordo com um registro no site da Comissão Europeia. A agência da UE responsável por regulamentar a concorrência comercial pode aprovar o acordo incondicionalmente ou exigir concessões.

Pode ainda iniciar uma investigação de cinco meses de duração se temer seriamente que o acordo possa prejudicar consumidores e concorrentes.

Em março, a Sony assinou um contrato para adquirir a fatia que o falecido pop star detinha na Sony/ATV Music Publishing, o maior catálogo musical do mundo, que detém os direitos autorais da maioria das canções dos Beatles e de composições dos Rolling Stones, Taylor Swift, Pharrell Williams e Kanye West. 

A Warner Music Group expressou preocupação à Comissão Europeia, disse à Rweuters uma pessoa a par do assunto, e o grupo de lobby Impala, que representa selos independentes e associações de sindicatos nacionais, fez o mesmo.

         (Por Foo Yun Chee)