Suge Knight processa Chris Brown por tiroteio em boate de Los Angeles em 2014

segunda-feira, 27 de junho de 2016 21:09 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ex-produtor de música rap Marion "Suge" Knight processou o cantor Chris Brown nesta segunda-feira por ligação com um tiroteio em uma boate de West Hollywood em 2014 que o deixou com sete ferimentos a bala.

O processo civil aberto em Los Angeles acusou Brown, que era anfitrião do evento com a cantora Pia Mia no clube 1 OAK em 23 de agosto de 2014, e os proprietários do clube de serem negligentes no fornecimento de um ambiente seguro.

A ação acusou Brown de ser um "conhecido associado de gangue" e disse que recebeu eventos no passado em que houve violência, então o clube deveria ter sido mais rígido na segurança.

"Ciente desse passado documentado e da alta probabilidade de violência, incluindo a posse e ou utilização de armas de fogo por aqueles presentes no evento, os réus, e cada um deles, tinham o dever de fornecer a segurança adequada", informa o processo de 10 páginas.

Representantes de Brown e Perez não puderam ser imediatamente contatados para comentar o assunto nesta segunda-feira.

Knight, que co-fundou a gravadora de hip hop Death Row Records, está preso sob a acusação de assassinato. Ele nega.

(Reportagem de Piya Sinha-Roy em Los Angeles)

 
Chris Brown durante o iHeartRadio Music Awards 2016 em Inglewood.  3/4/2016. REUTERS/Danny Moloshok