Kanye West cria polêmica com nu de celebridades em novo vídeo "Famous"

terça-feira, 28 de junho de 2016 10:40 BRT
 

Por Piya Sinha-Roy

LOS ANGELES (Reuters) - O rapper Kanye West tem dado o que falar com seu mais novo vídeo, que mostra retratos de celebridades nuas como a cantora Taylor Swift, o provável candidato presidencial republicano Donald Trump e o comediante Bill Cosby.

O vídeo da canção "Famous", que estreou no canal E! News, traz imagens de baixa resolução de 12 famosos dormindo ao lado uns dos outros com Kanye no meio – em uma delas ele aparece entre Taylor e sua esposa, a estrela de reality show Kim Kardashian.

Entre as outras celebridades estão o ex-presidente norte-americano George W. Bush, a editora da revista de moda Vogue Anna Wintour, o rapper Chris Brown, o cantor de R&B Ray J, a estrela de reality show transgênero Caitlyn Jenner, a modelo Amber Rose e a cantora Rihanna, que contribuiu para o vídeo com seus vocais.

O canal E! borrou as imagens de seios e órgãos genitais, e não se sabe se as celebridades são retratadas em pinturas ou estátuas de cera, mas em alguns casos parece se tratar das próprias personalidades posando.

O vídeo termina com uma pausa nos rostos adormecidos de Taylor, Rihanna e Brown ao som de uma respiração ofegante.

Os representantes de Kanye, Kim, Caitlyn, Trump e Cosby se recusaram a comentar o vídeo. Representantes das outras celebridades não responderam de imediato a pedidos de comentários.

O visual de "Famous" foi inspirado na pintura "Sleep", do artista Vincent Desiderio, de 2008, que mostra pessoas em graus variados de nudes dormindo lado a lado.

Kanye, famoso por publicar discursos destemperados nas redes sociais com frequência, exibiu "Famous" pela primeira vez em Los Angeles no final de sexta-feira.

O vídeo se tornou um trending topic rapidamente durante o final de semana, especialmente devido ao histórico complicado do rapper com Taylor, que ele criticou publicamente durante uma premiação anos atrás. 

 
Rapper Kanye West e a mulher, a estrela de reality show Kim Kardashian, durante jogo de basquete em Miami, em dezembro de 2012. REUTERS/Andrew Innerarity