Madonna se emociona com caso de criança estuprada no Quênia

terça-feira, 5 de julho de 2016 16:27 BRT
 

NAIRÓBI (Thomson Reuters Foundation) - A estrela pop Madonna desabou em lágrimas durante uma viagem ao Quênia ao ouvir um homem descrever como sua filha de cinco anos havia sido recentemente estuprada por um vizinho na favela de Kibera, em Nairóbi.

A cantora norte-americana encontrou-se com o homem durante uma visita a Kibera, uma das maiores favelas da África, no sábado e no domingo. Ela foi lá para ver como poderia melhorar as vidas dos moradores, disse um porta-voz.

“Foi uma conversa incrivelmente poderosa e perturbadora sobre as realidades da violência nas vidas dessas pessoas”, disse Trevor Neilson, que gerencia as fundações Raising Malawi e Ray of Light fundadas por Madonna, e a acompanhou durante a viagem. 

“Essas histórias fizeram Madonna chorar”, disse Neilson à Thomson Reuters Foundation.

A cantora de "Material Girl”, que levou seus quatro filhos para a viagem ao país do leste africano, publicou um vídeo no Instagram mostrando-os limpando ruas, sarjetas e pintando muros.

(Por Neha Wadekar)

 
Madonna (D) se encontra com primeira-dama do Quênia Kenyatta (E) e autoridades em Nairóbi.  4/7/2016.  REUTERS/Divulgação