Mila Kunis e Kristen Bell celebram a maternidade em “Perfeita é a Mãe”

quinta-feira, 28 de julho de 2016 21:26 BRT
 

(Reuters) - As atrizes Mila Kunis, Kathryn Hahn e Kristen Bell participaram em Los Angeles da première de “Perfeita é a Mãe”, um filme que junta várias estrelas femininas para satirizar os perigos da maternidade nos dias atuais.

Mila Kunis, que está grávida do segundo filho, fez um tributo às suas colegas de filme: “Esse grupo de mulheres é inacreditavelmente inspirador. Quando aceitei o projeto, foi o primeiro filme que eu decidi fazer depois de ter Wyatt, e eu estava tão nervosa por voltar a trabalhar com esses longos dias de 17 horas, e, se não fosse por essas garotas, eu não sei como eu teria aguentado”.

O filme fala de três “mães ruins” – o título em inglês é “Bad Moms”, ou “Mães Ruins”, em tradução literal –, Amy (Mila Kunis), Kiki (Kristen Bell) e Carla (Kathryn Hahn), que decidem abandonar as suas responsabilidades e desfrutar de alguma liberdade e se divertir para variar.

No entanto, a tentativa de se libertar é vista com desdém pelas estritas Gwendolyn (Christina Applegate) e Stacy (Jada Pinkett Smith).

"Nós somos todas mais mães ruins do que as Gwendolyns. Eu sou mais Gwendolyn do que eu sabia”, disse Christina Applegate em relação as suas colegas de atuação, todas mães.

"Eu sou realmente controladora em relação a tudo e, por intermédio deste filme, eu aprendi que eu realmente tenho que recuar e ter algum tempo para mim, porque você pode às vezes perder a sua identidade ao tentar ser perfeita.”

“A boa notícia sobre este filme é que você pode tirar a palavra ‘ruim’ e colocar somente ‘mães reais”. Nenhuma dessas mulheres são mães ruins”, declarou Kathryn Hahn, que interpreta a mãe mais despreocupada de todas.

"No entanto, eu certamente interpreto uma personagem que é certamente livre de qualquer sentimento de culpa ou vergonha a respeito do seu tempo pessoal, que é 24 horas por dia.”

Embora o filme seja focado em mulheres e maternidade, ele foi escrito e dirigido por dois homens, Jon Lucas e Scott Moore, que escreveram “Se Beber, Não Case!”, lançado em 2009.   Continuação...