Demi Lovato é processada por violação de direitos autorais

terça-feira, 23 de agosto de 2016 15:21 BRT
 

Por Melissa Fares

(Reuters) - A cantora e atriz Demi Lovato foi acusada pela banda de rock norte-americana Sleigh Bells por violação de direitos autorais.

Alexis Krauss e Derek Miller, da banda de Nova York, disseram em ação movida na segunda-feira em tribunal federal na Califórnia que "Stars", faixa do disco de 2015 "Confident", de Lovato, contém partes significativas tiradas da música "Infinity Guitars", de 2010.

Em documentos do tribunal da Califórnia, a banda disse que similaridades entre as duas músicas "transcendem a área da coincidência ou de materiais genéricos compartilhados, e informam a essência dos trabalhos".

Em publicação no Twitter datada de novembro de 2015, a Sleigh Bells anunciou publicamente à ex-estrela do Disney Channel, agora com 24 anos, sobre a questão.

Na época, os produtores de "Stars", Carl Falk e Rami Yacoub, disseram em comunicado que não havia plágio e que Lovato não estava envolvida na produção da música.

A banda busca uma liminar contra usos futuros da música de Demi Lovato e uma quantia não especificada por danos.

Representantes da cantora não responderam pedidos de comentários.

(Reportagem de Melissa Fares, em Nova York)

 
Demi Lovato se apresenta em convenção democrata na Filadélfia.  25/7/2016. REUTERS/Mike Segar