Tribunal de NY recusa processo de Lindsay Lohan contra jogo Grand Theft Auto V

quinta-feira, 1 de setembro de 2016 17:51 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Um tribunal de apelações de Nova York rejeitou nesta quinta-feira um processo no qual a atriz Lindsay Lohan acusou a fabricante da popular série de videogames "Grand Theft Auto" de se inspirar nela para criar uma personagem, sem sua permissão.

A Take-Two Interactive Software não usou o "nome, figura ou imagem" no "Grand Theft Auto V" e, portanto, não violou seu direito à privacidade, disse o painel de cinco juízes da Divisão de Apelações em Manhattan.

O tribunal também negou queixas similares contra a Take-Two por Karen Gravano, estrela da série de "reality" de televisão "Esposas da Máfia".

O advogado de Lindsay, Robert Pritchard, não tinha comentários a fazer imediatamente, enquanto o advogado de Karen, Thomas Farinella, disse: "Nós estamos claramente decepcionados e estamos explorando nossas opções".

A Take-Two não respondeu imediatamente a uma ligação com pedido para comentários.

(Por Karen Freifeld; reportagem adicional por Jonathan Stempel)

 
Lindsay Lohan na Fashion Week em Londres. 19/9/2015. REUTERS/Suzanne Plunkett