Crânio de 500 anos de carpinteiro de Henrique 8o é exibido online em 3D

segunda-feira, 5 de setembro de 2016 15:14 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O crânio de um carpinteiro recuperado do Mary Rose, navio de guerra do rei inglês Henrique 8o que afundou durante uma batalha em 1545, agora pode ser visto online em 3D, o que permite ao público ver seus dentes ruins e um ferimento na cabeça.

O crânio é parte de uma coleção de imagens em 3D de restos humanos, calçados e ferramentas que as pessoas incapazes de visitar o local que abriga o navio em um museu podem ver no site www.virtualtudors.org.

As imagens escaneadas, que são detalhadas e interativas, são parte de um projeto científico mais amplo do site destinado a pesquisadores que trabalham no campo da ciência óssea.

Nove outros crânios do Mary Rose podem ser vistos por arqueólogos, osteologistas e antropólogos forenses que participarão de um estudo sobre a utilidade de modelos em 3D no mundo da ciência.

Embora especialistas identifiquem elementos históricos nas imagens virtuais que são invisíveis para um leigo, os usuários comuns podem usar um zoom nas sobrancelhas do carpinteiro e girar a imagem para ver seus dentes ruins.

Ele teria estado a bordo para realizar consertos ocorridos durante batalhas, como aquela contra uma frota francesa invasora em 1545, em meio à qual o Mary Rose naufragou na costa sul da Inglaterra.

Depois de passar anos procurando, mergulhadores descobriram os destroços da embarcação em 1971, além de mais de 19 mil artefatos e ossos de 179 tripulantes, o que proporcionou aos historiadores um vislumbre da vida dos Tudor no mar.

O navio foi erguido do leito em 1982 e hoje está em exposição em um museu de Portsmouth.

         (Por Laura Gardner Cuesta)