Fox News chega a acordo de 20 milhões de dólares em caso de abuso sexual de ex-âncora

terça-feira, 6 de setembro de 2016 13:43 BRT
 

Por Daniel Wiessner

(Reuters) - A Fox News chegou a um acordo de 20 milhões de dólares no caso de abuso sexual da ex-âncora Gretchen Carlson contra o ex-chefe da emissora Roger Ailes, disse nesta terça-feira uma fonte familiar à situação.

A empresa controladora da Fox News, a 21st Century Fox, ofereceu uma desculpa pública a Gretchen, que processou Ailes em julho, dizendo que ele a cortou de um programa popular e cortou seu salário porque ela se recusou a ter relações sexuais com ele.

Ailes, ex-consultor político que fundou a operadora de notícias em 1996, deixou a Fox pouco menos de três semanas após o processo, com indenização de 40 milhões de dólares. Outra mulher que trabalhou para ele se pronunciou com acusações de assédio após o processo de Gretchen.

Ailes foi o único acusado do processo e um porta-voz da Fox disse que seu contrato garante acusações relacionais a trabalho, fazendo então com que a companhia chegasse a acordo em seu nome.

Um documento do tribunal indicou que Gretchen, de 50 anos, retirou voluntariamente o processo federal em Nova Jersey contra Ailes. Em comunicado, ela disse estar grata pela Fox ter tomado medidas rápidas.

Em comunicado, a 21st Century Fox, informou: "lamentamos sinceramente e pedimos desculpas pelo fato de Gretchen não ter sido tratada com o respeito e dignidade que todos os nossos colegas merecem".

 
Logomarca da 21st Century Fox na sede da News Corporation em Manhattan, em Nova York
29/04/2016 REUTERS/Brendan McDermid