Chance de trabalhar com Lav Diaz deixou atriz Charo Santos-Concio tentada a voltar às telas

sexta-feira, 9 de setembro de 2016 19:09 BRT
 

VENEZA (Reuters) - Foi a arte do diretor Lav Diaz de explorar o drama humano em extensão que deixou a atriz Charo Santos-Concio tentada para voltar às telas depois de quase duas décadas, disse a atriz, que também atua como executiva de mídia, durante o festival de cinema de Veneza nesta sexta-feira.

Charo Santos-Concio interpreta a protagonista em "Ang Babaeng Humayo" (A Mulher que Partiu), um drama filipino de 226 minutos sobre vingança e perdão que estreou em Veneza nesta sexta.

O longa é um dos 20 filmes norte-americanos e internacionais competindo pelo cobiçado Leão de Ouro, que será entregue no sábado.

"Eu realmente queria trabalhar com este diretor... Queria entender a estética por trás do cinema dele, por que ele produz filmes longos", disse Santos-Concio, ex-presidente da ABS-CBN Corporation, à Reuters.

"Ele não manipula a audiência, ele não manipula os personagens, ele permite que os personagens percorram a jornada e sintam a jornada."

O filme conta a história de Horacia, uma professora que passou 30 anos em uma unidade correcional por um crime que não cometeu. Quando ela é finalmente libertada, luta com os desejos de vingança e perdão.

(Reportagem de Agnieszka Flak)

 
Atriz Charo Santos-Concio no feztival de Veniza
 9/9/2016 REUTERS/Alessandro Bianchi