"The Bleeder" e "Bleed for This" retomam tradição de filmes de boxe

sexta-feira, 16 de setembro de 2016 11:59 BRT
 

TORONTO (Reuters) - Os filmes de boxe estão voltando à cena nos últimos tempos, embora na maioria das vezes tratem mais das lutas dos boxeadores fora do ring do que dos golpes que aplicam nos adversários.

"Bleed for This", exibido no Festival Internacional de Cinema de Toronto nesta semana, conta a história real da volta bem-sucedida do peso-médio norte-americano Vinny Pazienza aos combates meros 13 meses depois de fraturar o pescoço em um acidente de carro em 1991.

Pazienza, interpretado por Miles Teller, astro de "Whiplash", se tornou pentacampeão mundial, apesar de ouvir dos médicos que jamais voltaria a lutar. Hoje ele usa o nome de Vinnie Paz.

O filme, assim como "The Bleeder", que também estreou em Toronto, vem na esteira do aclamado "Creed", do ano passado, de "Nocaute", com Jake Gyllenhaal, e do novo de Robert De Niro, "Punhos de Aço", sobre o lendário boxeador panamenho Roberto Durán.

"Para mim não é um filme de boxe", disse Bruce Cohen, produtor de "Bleed for This".

"Ele fala de crença, fala de fé, fala sobre família, fala de todos esses temas que atravessaram a vida de Vinnie Pazienza e que lhe permitiram realizar essa volta extraordinária", acrescentou Cohen.

"The Bleeder" retrata a vida do peso-pesado norte-americano Chuck Wepner, que se diz ter inspirado a franquia "Rocky", estrelada por Sylvester Stallone. Wepner, interpretado por Liev Schreiber, foi tirado da obscuridade para enfrentar Muhammad Ali em 1975, mas mais tarde sua carreira desmoronou e ele cumpriu 18 meses de prisão por envolvimento com drogas.  

Philippe Falardeau, o diretor canadense de "The Bleeder", é mais conhecido por filmes menores e mais íntimos, como "O Que Traz Boas Notícias", que foi indicado ao Oscar, e "A Boa Mentira".

(Por Matt Scuffham e Rollo Ross)

 
Elenco do filme "Bleed for This" durante evento em Toronto.   12/09/2016            REUTERS/Mark Blinch