Roger Waters critica Trump e pede renúncia de Peña Nieto durante apresentação no México

quinta-feira, 29 de setembro de 2016 16:48 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O músico Roger Waters criticou o candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, durante apresentação no México por sua ideia de construir um muro na fronteira entre os países e deu apoio a uma campanha feita nas redes sociais que exige a renúncia do presidente mexicano, Enrique Peña Nieto.

O ex-vocalista e baixista da lendária banda inglesa Pink Floyd se apresentou na noite de quarta-feira na Cidade do México e durante parte do show foi exibida na tela a frase "Trump, você é um babaca".

O candidato republicano disse que imigrantes roubam empregos de norte-americanos e propôs a construção de um muro na fronteira de 3.200 quilômetros que divide os Estados Unidos e México.

"Não queremos esse maldito muro, que te separa do seu irmão, mãe e de todos nós", disse Waters durante o show, no qual tocou os principais sucessos do Pink Floyd.

Waters também criticou o presidente mexicano pelos casos de milhares de desaparecidos, principalmente pelo emblemático caso de 43 estudantes de magistério que foram sequestrados por policiais e membros de uma organização criminosa em 2014.

Durante um momento do show, uma grande tela mostrou a frase "RENUNCIE JÁ", o lema da campanha que circula nas redes sociais e pede que Peña deixa seu cargo pelos diversos casos de corrupção e de suposto tráfico de influência no governo.

"Lembre que toda vida humana é sagrada, não só a de seus amigos, senhor presidente... É hora de derrubar o muro de privilégios que divide os ricos dos pobres, suas políticas falharam", disse o músico, segundo a mídia.

Waters irá se apresentar de graça em uma praça pública da capital mexicana no sábado.

(Reportagem de Anahí Rama)

 
Roger Waters durante show em Bucareste. 28/8/2013. REUTERS/Radu Sigheti