Vencedor do Nobel e autor de "Morte Acidental de um Anarquista", Dario Fo morre aos 90 anos

quinta-feira, 13 de outubro de 2016 09:48 BRT
 

Por Isla Binnie

ROMA (Reuters) - Vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, o dramaturgo, diretor e ativista político italiano Dario Fo, um satirista aclamado que provocou a igreja e o Estado, morreu aos 90 anos de idade, disseram autoridades nesta quinta-feira.

Famoso por sua sátira política cortante em peças como "Morte Acidental de Um Anarquista", Fo conquistou o Nobel em 1997.

    Ele foi um ativista engajado até o fim, cutucando as autoridades italianas com sua verve, e participou de uma manifestação de apoio ao partido anti-establishment Movimento 5 Estrelas no mês passado. Ele foi internado em um hospital de Milão 12 dias atrás.

    "Em Dario Fo, a Itália perde um dos grandes protagonistas do teatro, da cultura e da vida civil de nosso país", disse o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, que era ridicularizado com frequência pelo irreverente Fo.

    "Sua sátira, sua pesquisa, seu trabalho no desenho de cena, sua atividade artística multifacetada permanecem como o legado de um grande italiano no mundo."

    Fo e sua esposa, a musa e atriz principal Franca Rame, conquistaram os corações e as mentes dos italianos comuns, escrevendo e atuando no palco, na rádio e na televisão e atiçando líderes políticos frequentemente com diálogos hábeis e inteligentes.

    O humor subversivo de Fo lhe rendeu uma aura cult, mas também o levou a ser escorraçado do teatro e da TV periodicamente pelo establishment italiano na tentativa de silenciá-lo. Ele foi proibido de entrar nos Estados Unidos nos anos 1980.

    "Morte Acidental de Um Anarquista", que lhe deu fama internacional, se baseou na história real de um ferroviário que sofreu uma queda fatal do quarto andar de uma delegacia de polícia de Milão onde estava sendo interrogado.

    A polícia disse que ele cometeu suicídio, mas Fo insinuou que ele foi morto. A peça foi encenada pela primeira vez na mesma cidade em 1970, e desde então já foi apresentada em mais de 40 países, incluindo o Brasil.