Tom Hanks recebe pedido de desculpas de jornais que noticiaram divórcio

terça-feira, 18 de outubro de 2016 20:12 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - Tom Hanks e sua mulher, Rita Wilson, receberam pedidos de desculpas e retratações nesta terça-feira de dois tabloides norte-americanos que disseram que o casal de Hollywood estava se divorciando, porque Hanks estava apaixonado pelas colegas de trabalho Meg Ryan, em um dos casos, e Felicity Jones, em outro.

O National Enquirer e o Star Magazine, ambos propriedade da American Media, divulgaram comunicados, mudaram as suas histórias online e vão publicar correções nas suas próximas edições impressas.

Hanks e Rita Wilson, que são casados há 28 anos, disseram em comunicado que no passado riram de histórias de tabloides sobre “o iminente e ressentido divórcio deles porque essas histórias estavam tão longe da realidade”.

Contudo, com o aniversário de 29 anos de casamento vindo em abril, o casal afirmou considerar a união “a fundação da nossa família” e que essas histórias eram “mentiras que nós não vamos tolerar mais”.

Hanks estrelou com Meg Ryan filmes de sucesso dos anos 1990 como “Sintonia de Amor” e “Mens@gem para Você”. A atriz britânica Felicity Jones estrela com ele o novo filme de aventura “Inferno”.

“Nós não tínhamos a intenção de relatar que Tom Hanks tinha algum tipo de relação inapropriada com Meg Ryan, ou que ele e Rita Wilson estavam se divorciando”, afirmou o National Enquirer no seu site. A edição de 10 de outubro tinha uma reportagem dizendo: “Casamento de 400 milhões de dólares ruindo por causa de amor de Hanks por Ryan”.

O Star Magazine pediu desculpas por uma reportagem de 3 de outubro e afirmou: “Nós não tínhamos a intenção de dizer que Tom Hanks estava tendo algum tipo de relação inapropriada com Felicity Jones, ou que ele e Rita Wilson estavam se divorciando”. 

(Reportagem de Piya Sinha-Roy)

 
Tom Hanks e a mulher Rita Wilson chegam para premiação em Los Angeles. 18/1/2014.  REUTERS/Lucy Nicholson