Cannes interrompe sessão de "Okja", da Netflix, por problema técnico

sexta-feira, 19 de maio de 2017 11:33 BRT
 

CANNES, França (Reuters) - O Festival de Cannes interrompeu a exibição de estreia mundial do polêmico filme "Okja", da Netflix, nesta sexta-feira, devido a um problema técnico que provocou vaias e palmas demoradas da plateia.

"Okja", estrelado por Tilda Swinton e Jake Gyllenhaal, é um dos filmes mais comentados do festival de 2017, mas vem dividindo opiniões porque a Netflix, empresa norte-americana de filmes e séries online, se recusa a exibi-lo nos cinemas franceses.

A exibição parou depois de cinco minutos devido ao que o festival chamou de "incidente técnico".

Ernesto Garratt, jornalista do diário chileno El Mercurio presente à sessão, disse que a plateia começou a vaiar em parte porque a sala errou a dimensão do filme na tela, cortando as bordas da imagem, mas também em parte por causa da polêmica relativa à distribuição.

"Eles estavam vaiando pelas duas razões", disse.

Funcionários ajustaram as cortinas do lado da tela e reiniciaram o filme desde o início pouco depois. O público vaiou quando o logotipo da Netflix apareceu na tela pela segunda vez, depois ficou em silêncio e aplaudiu no final.

"Este incidente foi de inteira responsabilidade do serviço técnico do Festival, que oferece suas desculpas ao diretor, às suas equipes, aos produtores e ao público da exibição", disse o festival em um comunicado.

(Por Robin Pomeroy)

 
Elenco do filme "Okja" durante Festival de Cannes, na França. 19/05/2017 REUTERS/Stephane Mahe