June 3, 2008 / 12:59 PM / 9 years ago

Morre aos 71 o estilista Yves Saint Laurent

3 Min, DE LEITURA

<p>imagem de arquivo do estilista franc&ecirc;s Yves Saint Laurent em Paris. Yves, &iacute;cone cultural do s&eacute;culo 20 que revolucionou a maneira como as mulheres se vestem, morreu aos 71 anos. Photo by Philippe Wojazer</p>

Por Christian Balmer

PARIS (Reuters) - Morreu aos 71 anos o estilista francês Yves Saint Laurent, ícone cultural do século 20 que revolucionou a maneira como as mulheres se vestem.

As criações do reservado Saint Laurent ganharam status de arte. Junto com Christian Dior e Coco Chanel, ele fez parte da elite de estilistas que fez de Paris a capital mundial da moda.

Seu companheiro de longa data, Pierre Berge, disse à rádio RTL que o estilista havia sido diagnosticado com tumor cerebral no ano passado e morreu no domingo em Paris.

Da princesa Grace, de Mônaco, a atriz Catherine Deneuve, as criações de Saint Laurent vestiram diversas mulheres famosas, mas ele também foi o primeiro estilista a tornar as marcas de luxo mais acessíveis ao grande público.

Ele adquiriu fama aos 21 anos de idade e construiu um império de roupas, perfumes e acessórios. Sua empresa foi a primeira do ramo da moda a se lançar no mercado de ações em 1989.

Mas Saint Laurent também sofria de depressão profunda e passou por tratamento contra o alcoolismo. Ele também tornou-se ainda mais recluso no final de sua vida.

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, lamentou a morte do estilista com um comunicado. "Ele estava certo de que a beleza era um luxo que todo homem e mulher precisam", disse.

Berge disse à rádio France Info: "Chanel deu liberdade às mulheres. Yves Saint Laurent lhes deu poder".

"(Mas) ele era alguém muito tímido e introvertido, alguém que tinha poucos amigos e se escondia do mundo."

Uma missa em memória do estilista será realizada na sexta-feira na igreja Saint Roch em Paris, templo tradicional de artistas e músicos.

Saint-Laurent, que se aposentou em 2002, é considerado o responsável por uma mudança eterna nas vestimentas femininas, introduzindo as calças compridas para o dia e o smoking como opção mais elegante.

Ele também popularizou as jaquetas de safári e as botas de cano alto. Suas blusas transparentes tornaram a semi-nudez aceitável na alta sociedade. Além disso, simplificou os trajes de gala e fez de seus ternos de ombro quadrado um clássico.

Yves Saint Laurent começou sua carreira trabalhando para Christian Dior, de quem virou assistente-chefe. Com a morte de Dior, em 1957, ele se tornou o estilista-chefe da marca e rapidamente ofuscou seu mentor.

Reportagem adicional de Astrid Wendlant e Gwenaelle Barzic

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below