Gil exalta diversidade da Bahia em 10 anos do Expresso 2222

sábado, 2 de fevereiro de 2008 13:03 BRST
 

Por Raquel Stenzel

SALVADOR (Reuters) - O ministro da Cultura, Gilberto Gil, comemorou os 10 anos de seu trio elétrico Expresso 2222, na noite de sexta-feira, celebrando a diversidade cultural do carnaval baiano, sempre aberto a novos ritmos e tendências brasileiras e internacionais.

Naquele momento, numa extensão de menos de 2 quilômetros do circuito da orla marítima de Salvador, estavam se apresentando a banda Babado Novo, comandada pela nova sensação da axé-music Cláudia Leitte; Gilberto Gil e seus convidados Jorge Benjor e Lulu Santos; e o aclamado DJ holandês Tiesto, que fazia sua estréia no carnaval baiano.

"Este é um carnaval aberto e receptivo, que se renova a cada ano", disse Gil de cima de seu trio.

O Expresso 2222 iniciou o percurso no circuito Barra/Ondina com a execução de frevo, o ritmo pernambucano absorvido pela Bahia e que deu origem ao trio elétrico e ao atual estilo de brincar o carnaval nas ruas de Salvador.

E, como no ano de 1951, quando Dodô e Osmar levaram o primeiro trio para a Praça Castro Alves, o som eletrizante da guitarra baiana substituiu a voz na execução melódica dos clássicos Brasileirinho, Vassourinha e Atrás do Trio Elétrico.

A partir daí, Gil e seus convidados alternaram-se no comando da festa e nas propostas musicais. Lulu Santos, que pelo terceiro ano saiu no Expresso 2222, anunciou que estava ali para homenagear os grandes sucessos populares de todos os gêneros da música brasileira, desde o xote até o funk, passando pelo pop e o rock. Mas para a felicidade dos foliões, não negligenciou seus próprios sucessos como Assim Caminha a Humanidade e Descobridor dos Sete Mares.

Já Benjor, que segundo Gil é a "tradução da alma brasileira", se fixou em seu próprio repertório de sucesso, levando os foliões ao delírio cada vez que entoava País Tropical e Filho Maravilha.

O encontro de Gil e Benjor também serviu para reprisar um dos momentos antológicos da música brasileira, quando os dois gravaram Filhos de Gandhi no disco Gil Jorge Ogum Xangô, de 1975.

Neste sábado, encerrando a participação neste ano no Expresso 2222, Gil receberá Sandra de Sá, Toni Garrido e Cláudia Leitte. No domingo, o Expresso será conduzido por Petra Gil, Pepeu Gomes e Jauperi. Na segunda-feira, será a vez da banda Motumbá e, para encerrar, na terça-feira, Margareth Menezes.