Estátua do príncipe Harry morto gera controvérsia

sexta-feira, 5 de outubro de 2007 15:03 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O controverso artista norte-americano Daniel Edwards conseguiu de novo. Ele fez uma escultura mostrando o príncipe Harry, terceiro na sucessão do trono britânico, morto em ação no Iraque.

O trabalho "Memorial à Guerra do Iraque: Morte do Príncipe Harry" mostra o príncipe vestido com o uniforme do Exército com um abutre em seus pés e segurando um medalhão se sua falecida mãe, a princesa Diana.

O jornal The Daily Mail disse que a Clarence House, casa e escritório em Londres do príncipe Charles, pai de Harry, ficou ultrajada com a obra. Entretanto, um porta-voz da Clarence House não quis comentar o assunto à Reuters.

O Trafalgar Hotel, onde a obra vai ser exposta a partir de quinta-feira por três dias como parte de uma feira de arte contemporânea, também não quis comentar.

A obra é a mais recente em uma série de trabalhos de Edwards que parecem feitos para chocar e criar controvérsia. Peças interiores incluem uma estátua nua e agachada de Britney Spears dando à luz e Paris Hilton sendo submetida a uma autópsia com e várias cabeças sérias.

(Por Jeremy Lovell)