Príncipe Philip deixa hospital de Londres após três dias

domingo, 6 de abril de 2008 13:44 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Marido da rainha Elizabeth, o príncipe Philip, de 86 anos, teve alta do hospital em que estava internado para tratar de uma infecção no tórax, neste domingo.

Canais de televisão mostraram o Duque de Edimburgo, que estava internado no King Edward VII Hospital, no centro de Londres, desde quinta-feira, caminhando até um carro que o levaria ao Castelo de Windsor.

Os compromissos do príncipe para a segunda-feira foram cancelados e serão remarcados conforme sua disposição no dia-a-dia.

O príncipe, que se casou com a rainha Elizabeth em 1947, e desistiu de sua carreira na Marinha quatro anos depois, tem sido uma figura central na dinastia Windsor por mais de cinco décadas.

Philip tem atraído manchetes indesejadas nos últimos seis meses no inquérito sobre a morte de sua ex-nora, a princesa Diana, em um acidente de carro em Paris em 1997 com o namorado Dodi al-Fayed.

O pai de Dodi, o empresário Mohamed al-Fayed, alega que seu filho e Diana foram mortos pelos serviços de segurança britânicos por ordem do príncipe Philip.

O juiz Scott Baker, que preside o inquérito, disse que "não há nem um traço de evidência" que sustente a teoria conspiratória de al-Fayed.

Ao longo dos anos, o príncipe Philip ganhou destaque por um acúmulo de gafes em viagens pelo mundo. Ele disse a estudantes britânicos na China: "Se ficarem aqui por muito mais tempo, ficarão com os olhos puxados".

(Reportagem de John Joseph)