Beija-Flor é bicampeã do Carnaval do Rio cantando Macapá

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008 19:27 BRST
 

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Beija-Flor ganhou o título de bicampeã do Carnaval carioca nesta quarta-feira, depois de ter sido tricampeã em 2005 e em meio à polêmica sobre suspeita de manipulação de resultados no Carnaval 2007 por parte do patrono da escola. Este é o 11o título da agremiação de Nilópolis.

O Salgueiro ficou em segundo lugar, seguido pela Grande Rio, Portela, Unidos da Tijuca e Imperatriz Leopoldinense, que voltam à Sapucaí com a Beija-Flor no sábado no desfile das campeãs, enquanto a São Clemente caiu para o Grupo de Acesso.

Além de perder vários pontos em todos os quesitos, a São Clemente, única escola de samba da zona sul do Rio, perdeu meio ponto pelo desfile de uma passista com a genitália desnuda. A modelo Viviane Castro interpretava uma índia e usou um tapa-sexo de cerca de 4 centímetros, quase imperceptível, que caiu durante o desfile.

O bicampeonato da Beija-Flor adia mais uma vez o sonho da Portela de vencer o Carnaval, o que não acontece há 24 anos. A escola de Madureira, no entanto, conseguiu uma colocação melhor do que nos últimos anos e encantou a platéia.

Apesar da polêmica com a prisão do patrono da Beija-Flor no ano passado, o contraventor Aniz Abrahão David, já solto e presente no desfile de segunda-feira, a escola apresentou um Carnaval impecável sobre Macapá, capital do Amapá.

"Esse título é um cala boca para as críticas que nós recebemos no ano passado, teve muita gente que colocou em dúvida o nosso titulo e agora provamos a nossa competência", disse após a apuração do resultado no Sambódromo o puxador do samba-enredo da escola, Neguinho da Beija-Flor.

Enredo, fantasias e comissão de frente foram os únicos quesitos a retirar pontos da escola, que recebeu uma sucessão de notas 10.

PROFISSIONALISMO   Continuação...

 
<p>A Beija-Flor ganhou o t&iacute;tulo de bicampe&atilde; do Carnaval carioca nesta quarta-feira, depois de ter sido tricampe&atilde; em 2005 e em meio &agrave; pol&ecirc;mica sobre suspeita de manipula&ccedil;&atilde;o de resultados no Carnaval 2007. Foto de 5 de fevereiro. Foto de membros da escola, Rio de Janeiro, 6 de fevereiro. Photo by Sergio Moraes</p>