Madonna dedica "Like a Virgin" ao papa durante show em Roma

domingo, 7 de setembro de 2008 14:08 BRT
 

ROMA (Reuters) - A pop star Madonna, acusada pelo Vaticano de ter um dos shows mais satânicos da História, surpreendeu os fãs ao dedicar seu hit "Like a Virgin" ao papa, durante um show em Roma.

"Eu dedico essa música ao papa porque eu sou uma filha de Deus. Todos vocês também são filhos de Deus", disse a "rainha do pop" de 50 anos de idade aos 60 mil fãs que assistiam ao show da turnê "Sticky & Sweet" no sábado.

Os jornais italianos elogiaram a performance da cantora e chamaram a dedicatória de provocação surpreendente.

"Em sua parada em Roma, Madonna não perdeu a oportunidade de fazer uma provocação que certamente será discutida", disse o jornal italiano Corriere della Sera em uma reportagem de capa.

Madonna, que vem de uma família católica, despertou a ira da Igreja Católica no passado, devido às suas canções de apelo sexual, feitas para chocar.

Em 2006, ela apareceu crucificada no palco, em Roma, despertando acusações de blasfêmia do Vaticano.

O Vaticano também condenou o videoclipe feito em 1989 para a música "Like a Prayer", que mostra cruzes em chamas, estátuas chorando sangue e Madonna seduzindo um Jesus negro.

Depois, o Vaticano classificou o show como "um dos mais satânicos da história da humanidade".

(Por Deepa Babington)