ENTREVISTA-"O clássico nunca fica velho", diz Chuck Berry

segunda-feira, 9 de junho de 2008 15:19 BRT
 

Por Fernanda Ezabella

SÃO PAULO (Reuters) - Aos 81 anos, a lenda do rock Chuck Berry não dá sinais de cansaço e promete uma turnê sem firulas em sua passagem por quatro cidades do Brasil neste mês.

"Vamos dar o que as pessoas querem ouvir", disse à Reuters por telefone, de Nova York.

Na estrada há mais de 50 anos, Chuck Berry é considerado o pai do rock and roll, autor dos hits "Roll Over Beethoven", "Sweet Little Sixteen" e "Johnny B. Goode", eleita a melhor canção para guitarra da história pela revista Rolling Stone deste mês.

O cantor, guitarrista e compositor norte-americano, que influenciou nomes como Elvis Presley, Beatles e Rolling Stones, já fez alguns shows no Brasil -- o último em 2002, no rodeio de Jaguariúna --, dos quais diz ter boas lembranças.

"Foram maravilhosos, a recepção e as pessoas de seu país são tão animadas. Não poderia esquecer nada disso, não importa qual a minha idade", disse Chuck Berry. "Você tem que se sentir bem quando vai para outro país e as pessoas apreciam tanto sua música, sabem o que você está fazendo."

Chuck Berry tocará dia 17 de junho no Rio de Janeiro, dia 18 em São Paulo, dia 20 em Curitiba e dia 21 em Porto Alegre.

Ao contrário de shows anteriores, quando o músico viajava para as turnês sozinho e descolava uma banda local, desta vez ele tocará com seu filho Chuck Berry Jr., na guitarra, e sua filha, Ingrid Berry Clay, na gaita e vocal.

"Vou fazer basicamente o que tenho feito. Tenho algumas coisas novas aqui e ali, mas só de estar aí, de volta ao seu país, com os brasileiros, será o suficientemente para mim."   Continuação...

 
<p>'O cl&aacute;ssico nunca fica velho', diz Chuck Berry. O m&uacute;sico Chuck Berry em imagem de arquivo. Aos 81 anos, a lenda do rock  n&atilde;o d&aacute; sinais de cansa&ccedil;o e promete uma turn&ecirc; sem firulas em sua passagem por quatro cidades do Brasil neste m&ecirc;s. Photo by $Byline$</p>