Morre Edmund Hillary, primeiro homem a escalar o Evereste

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008 22:44 BRST
 

WELLINGTON (Reuters) - O neo-zelandês Sir Edmund Hillary, que ao lado do nepalês Tenzing Norgay Sherpa se tornou o primeiro a escalar o monte Evereste, morreu aos 88 anos de idade.

"O lendário alpinista, aventureiro e filantropo é o neo-zelandês melhor conhecido a já ter vivido", disse a primeira-ministra da Nova Zelândia, Helen Clark, ao anunciar a morte de Hillary.

Hillary escalou a maior montanha do mundo em 1953. A causa de sua morte não foi anunciada, mas ele estava doente há algum tempo e a imprensa local disse que ele estava com pneumonia.

Hillary era o neo-zelandês mais conhecido no mundo e sua foto está na nota de cinco dólares do país. "Ele era um colosso. Ele era uma figura heróica que, não só escalou o Evereste, mas viveu uma vida de determinação, humildade e generosidade", disse a premiê.

Após o Evereste, Hillary realizou uma série de expedições ao Pólo Sul e ao Himalaia.

(Por Kazunori Takada)